Livros do mês

Junho - 2021

ESCRAVIDÃO ANTIGA

Em Historicising Ancient Slavery (Edinburgh, Edinburgh University Press, 2021, 280 p., 85 libras), Kostas Vlassopoulos estuda o fenômeno da escravidão e sua centralidade para os estudos das sociedades gregas e romanas na Antiguidade. Insurgindo-se contra tendências que atribuem à escravidão antiga um caráter a-histórico, tipológico, compreendido apenas pela perspectiva dos senhores, Vlassopoulos propõe um estudo historicista e processual da escravidão, que pretende demonstrar como o fenômeno se transformou ao longo do tempo e como se desenvolveu em localidades distintas. Além disso, o autor procura entender a escravidão também pela perspectiva dos escravizados, com enfoque para como estes concebiam suas experiências e como construíam suas próprias identidades a partir das relações com seus senhores, com cidadãos livres e com outros escravizados.

Captura de Tela 2021-06-09 às 09.33.01.p

RELIGIOSIDADE POPULAR

Em The Dancing Lares and the Serpent in the Garden: Religion at the Roman Street Corner (Princeton University Press, 2017, 416 p., 48 dólares), Harriet Flower se dedica ao estudo dos lares, divindades protetoras dos lugares, representadas em clima de festa e aos pares, dançando com túnicas curtas e despejando o vinho. Por meio de fontes literárias, arqueológicas e epigráficas de sítios na Grécia e na Itália, Harriet Flower estuda o culto aos  Lares em suas diferentes representações e funções, e convida o leitor a conhecer o mundo da religiosidade popular romana, exercida nas esquinas e nos altares domésticos, presente em diferentes fases da vida. Assim, demonstra, o processo de construção de um senso de comunidade no interior dos grupos subalternos romanos por meio das práticas religiosas.