Livros do mês

Agosto - 2022

MULHERES EM POMPEIA E HERCULANO

Women’s lives, women’s voices: Roman material culture and female agency in the Bay of Naples (Austin, University of Texas Press, 2021, 360 páginas, 55 dólares) é uma coletânea de estudos, editada por Brenda Longfellow e Molly Swetnam-Burland, sobre experiências de mulheres de diferentes grupos sociais em Pompeia e Herculano. Dividido em três seções temáticas, o livro aborda as construções identitárias públicas e comerciais das mulheres, os modos como elas se autoidentificavam e como eram identificadas por outros e, por fim, como compreender suas vivências por meio das representações idealizadas com as quais foram qualificadas. Com amplo uso de documentação material, dos espaços construídos aos grafites, as autoras de todos os capítulos buscam ultrapassar interpretações que conferiam às mulheres apenas experiências e expectativas enquanto esposas e mães. Enfatizam, para tanto, os modos de ação das mulheres nas relações que mantinham em contextos sociais mais amplos, realizados por meio de suas atuações na família, no trabalho e nas práticas religiosas.

51iqvg7Wq5L.png

EM CASA NO EGITO ROMANO

Em At Home in Roman Egypt: a Social Archaeology (Cambridge, Cambridge University Press, 2021, 350 páginas, capa dura, 89,83 dólares), Anna Lucille Boozer discute, por meio da teoria social e uma extensa documentação papirológica e arqueológica, a vida cotidiana de “pessoas comuns”, sobretudo de mulheres e crianças. Abordando temas como brincadeiras, educação, relacionamentos (casamento, divórcio, métodos contraceptivos e abortos), cuidados com o corpo, religião doméstica, doenças e morte, a autora oferece uma visão da vida cotidiana no Egito romano, destacando transformações e continuidades, por exemplo, em práticas mortuárias e relativas à reprodução antes, durante e após a ascensão do cristianismo. Assim, a autora visa demonstrar como essas pessoas são agentes ativos na história e contribuem para mudanças culturais mais amplas.

ff.png