Livros do mês

Setembro - 2021

RELIGIÃO E ESCRAVIDÃO

Em Religion Romaine et esclavage au Haut-Empire: Rome, Latium et Campanie (Roma: École Française de Rome, 2021. 421 p., €35, disponível online), Bassir Amiri aborda as práticas religiosas dos escravizados no Império romano entre os séculos I a.C. e III d.C. Para além da abordagem de uma exclusão dos escravizados nas performances religiosas, Amiri demonstra as formas e as condições de participação desses atores sociais em contextos como os de sacrifícios públicos, de culto dos uici, nos collegia, familia e rituais mortuários. Com amplo uso de documentação epigráfica e arqueológica em confrontação com fontes literárias, Amiri aponta que não se trata de definir uma religião única dos escravizados, e sim delinear a multiplicidade de relações com os fenômenos religiosos que os escravizados experimentaram em seus contextos mais amplos de sociabilidade, como a casa e a cidade.

9782728308378-475x500-1.jpg

TRABALHO E IDENTIDADE

Em The Dignity of Labour: Image, Work and Identity in the Roman World (Chalford: Amberley Publishing, 2021. 288 p., £20, capa dura), Iain Ferris apresenta como representações artísticas de ofícios e de trabalhadores romanos eram utilizadas como meios de construção identitária e negociação de status social no mundo romano. Escrito para um público amplo, Ferris analisa diversas evidências materiais do ocidente romano, sobretudo inscrições e monumentos mortuários, que representavam os ofícios dos trabalhadores urbanos, no interior de um amplo recorte temporal, que vai da República até a o Império Tardio. Trata-se de uma boa introdução ao tema da autorrepresentação identitária e para o debate sobre as formas de inserção e distinção de trabalhadores de várias condições econômicas no interior das estruturas sociais romanas ao longo do tempo.